About Us

A Vulture Surf Boards é uma marca de pranchas de surf, acessórios e vestuário, de origem Portuguesa e com sede em Peniche, onde é possível visitar a nossa fábrica e a nossa loja.

O nome Vulture (Abutre em Português), foi escolhido em homenagem ao Abutre-preto, que é a maior ave de rapina da Europa. Em Portugal a população estava extinta como reprodutora desde o início dos anos 70 até ao ano de 2015 (ano em que nasceu a primeira cria em 70 anos). Atingindo uma impressionante envergadura de asas de 10´2´´ (um grande longboard), o abutre desempenha um papel fundamental na reciclagem natural das carcaças de animais de porte maior como ovelhas, cabras, veados, gamos, Javalis, porcos e até vacas. Mal amado por alguns é na realidade uma ave notável, que representa os valores da nossa marca. A reciclagem em grande escala e uma forma harmoniosa e eficiente.

O que nos move é a procura dos melhores materiais e dos melhores formatos.

Para nós os melhores materiais são aqueles que menos consumo energético e resíduos gerarem.
Reconhecendo o enorme impacto ambiental causado pelo processo de fabrico das pranchas de surf, o nosso principal objectivo para os anos vindouros é reduzir o gasto energético, o consumo de água e a produção de resíduos, resultante desta actividade.
Para tal estamos a usar materiais locais, EPS produzido em Leiria, madeira proveniente dos Açores, cortiça do Algarve entre outros, procurando reduzir o grande impacto negativo os transporte de materiais sobre as emissões de poluentes.
Por outro lado temos procurado materiais menos poluentes no nosso processo de fabrico. Optámos por usar resina epóxy com 30% de carbono proveniente de soja. Reduzimos em 75% o consumo de acetona optando por limpar as resinas com um produto de limpeza feita à base de sabão natural e pó reciclado do corte das pranchas. Só usamos actualmente na pintura, tinta que resulte de uma formulação à base de água. Estamos a tentar incorporar a cortiça Portuguesa nas nossas pranchas através de um projecto piloto em parceria com uma empresa corticeira Portuguesa. É na fibra de vidro, na resina de poliéster e no poliuretano dos blocos que ainda temos (todos nós) que percorrer um caminho, que levará a industria a deixar um legado menos pesado sobre o planeta e todas as espécies que nele habitam.

Para nós os melhores formatos (shapes) são aqueles que melhor servirem quem nos procura, contrariando a actual tendência de replicar shapes de atletas de topo, que em muitos casos não servem o surfista comum ou modelos retros que são bastante apelativos visualmente, mas nem sempre os melhores dentro de água.
A nossa oferta não se resume às prancha de alta performance ou a pranchas retros mas sim a modelos que possam servir o maior numero de pessoas de forma satisfatória. Assim, temos procurado com atletas e surfistas comuns desenvolver modelos para todo o tipo de ondas e surfistas. A nossa abordagem no desenvolvimento de novos formatos (shapes) reside em 2 pilares muito simples e comprovados.A velocidade da prancha em primeiro lugar e a sua manobrabilidade em segundo. Uma prancha só é boa se tiver velocidade. Tendo velocidade há que afinar a manobralilidade. É um método de dois passos, simples e eficiente, usado no desenvolvimento de todos os nossos modelos
Nesta procura de bons formatos pesa também a experiência. Essa não tem preço nem método mas resulta do tempo e do trabalho. Neste sentido a marca tentará sempre trazer a si Shapers que tragam essa experiência à nossa marca.

O convite endereçado ao muito amável Neco Carbone espelha isso mesmo. 3 Modelos sob a nossa insígnia são de um ADN mais clássico (Neco Carbone Product Design) e é com enorme satisfação que os oferecemos aos nossos clientes.
Temos outros Shapers em vista cujo trabalho admiramos e reconhecemos, Shapers que partilham esta nossa visão simples e realista da concepção e fabrico de pranchas de surf.

Obrigado a todos aqueles que partilham com esta equipa a preocupação pelo planeta tão ameaçado, e simultaneamente o prazer de estar dentro de água na companhia de amigos.

Marco, Mónica e Daniel

A Vulture Surf Boards é uma marca de pranchas de surf, acessórios e vestuário, de origem Portuguesa e com sede em Peniche, onde é possível visitar a nossa fábrica e a nossa loja.

O nome Vulture (Abutre em Português), foi escolhido em homenagem ao Abutre-preto, que é a maior ave de rapina da Europa. Em Portugal a população estava extinta como reprodutora desde o início dos anos 70 até ao ano de 2015 (ano em que nasceu a primeira cria em 70 anos). Atingindo uma impressionante envergadura de asas de 10´2´´ (um grande longboard), o abutre desempenha um papel fundamental na reciclagem natural das carcaças de animais de porte maior como ovelhas, cabras, veados, gamos, Javalis, porcos e até vacas. Mal amado por alguns é na realidade uma ave notável, que representa os valores da nossa marca. A reciclagem em grande escala e uma forma harmoniosa e eficiente.

O que nos move é a procura dos melhores materiais e dos melhores formatos.

Para nós os melhores materiais são aqueles que menos consumo energético e resíduos gerarem.
Reconhecendo o enorme impacto ambiental causado pelo processo de fabrico das pranchas de surf, o nosso principal objectivo para os anos vindouros é reduzir o gasto energético, o consumo de água e a produção de resíduos, resultante desta actividade.
Para tal estamos a usar materiais locais, EPS produzido em Leiria, madeira proveniente dos Açores, cortiça do Algarve entre outros, procurando reduzir o grande impacto negativo os transporte de materiais sobre as emissões de poluentes.
Por outro lado temos procurado materiais menos poluentes no nosso processo de fabrico. Optámos por usar resina epóxy com 30% de carbono proveniente de soja. Reduzimos em 75% o consumo de acetona optando por limpar as resinas com um produto de limpeza feita à base de sabão natural e pó reciclado do corte das pranchas. Só usamos actualmente na pintura, tinta que resulte de uma formulação à base de água. Estamos a tentar incorporar a cortiça Portuguesa nas nossas pranchas através de um projecto piloto em parceria com uma empresa corticeira Portuguesa. É na fibra de vidro, na resina de poliéster e no poliuretano dos blocos que ainda temos (todos nós) que percorrer um caminho, que levará a industria a deixar um legado menos pesado sobre o planeta e todas as espécies que nele habitam.

Para nós os melhores formatos (shapes) são aqueles que melhor servirem quem nos procura, contrariando a actual tendência de replicar shapes de atletas de topo, que em muitos casos não servem o surfista comum ou modelos retros que são bastante apelativos visualmente, mas nem sempre os melhores dentro de água.
A nossa oferta não se resume às prancha de alta performance ou a pranchas retros mas sim a modelos que possam servir o maior numero de pessoas de forma satisfatória. Assim, temos procurado com atletas e surfistas comuns desenvolver modelos para todo o tipo de ondas e surfistas. A nossa abordagem no desenvolvimento de novos formatos (shapes) reside em 2 pilares muito simples e comprovados.A velocidade da prancha em primeiro lugar e a sua manobrabilidade em segundo. Uma prancha só é boa se tiver velocidade. Tendo velocidade há que afinar a manobralilidade. É um método de dois passos, simples e eficiente, usado no desenvolvimento de todos os nossos modelos
Nesta procura de bons formatos pesa também a experiência. Essa não tem preço nem método mas resulta do tempo e do trabalho. Neste sentido a marca tentará sempre trazer a si Shapers que tragam essa experiência à nossa marca.

O convite endereçado ao muito amável Neco Carbone espelha isso mesmo. 3 Modelos sob a nossa insígnia são de um ADN mais clássico (Neco Carbone Product Design) e é com enorme satisfação que os oferecemos aos nossos clientes.
Temos outros Shapers em vista cujo trabalho admiramos e reconhecemos, Shapers que partilham esta nossa visão simples e realista da concepção e fabrico de pranchas de surf.

Obrigado a todos aqueles que partilham com esta equipa a preocupação pelo planeta tão ameaçado, e simultaneamente o prazer de estar dentro de água na companhia de amigos.

Marco, Mónica e Daniel